Fotografias Equestre

O cavalo é considerado o animal mais bonito e forte da natureza. Sua beleza não tem raça, cor e nem sexo, e sim, devido a sua morfologia e habilidade em práticas esportivas. Durantes séculos esses animais vem sendo ferramentas de trabalho, diversão e economia de vários povos. Com a tecnologia, o carro substitui esses animais, e o transformam em apenas um hobby.
Para registrar esses momentos, não é nada fácil a tarefa do fotógrafo e estudante de medicina veterinária, Thiago Martins, atua em várias áreas equestres e ranchos. A câmera fotográfica de alta qualidade juntamente com a beleza natural dos cavalos, suas fotos são impecáveis e com ótima resolução.

“Fala galera, como estão, beleza? Primeiro quero agradecer a oportunidade dessa entrevista para a Reprodez.

– Como iniciou a sua carreira nesse setor equestre?

Vou contar um pouco da minha vida na fotografia, eu sempre amei de coração a natureza e os animais, e no ano de 2018 eu decidi fazer alguns cursos e investir no equipamento fotográfico e fui em uma prova de 3 tambores tirar umas fotos pra testar minhas habilidades. Mandei as fotos de presente pra quem eu conhecia, e nem me passou pela cabeça na época trabalhar profissionalmente com isso, eu só gostava bastante mesmo, e o pessoal gostou muito das fotos. E no ano de 2019, o Reginaldo, do Camaru (Uberlândia-MG), me convidou pra ser o fotógrafo da prova de 3 tambores do dia das crianças (2º Tambor das crianças), a partir desse momento entrei nesse mundo de fotografia profissional de provas equestres, animais, ensaios e por aí vai.”

– Quais são as dicas para obter um ótimo foco e posição?

Pra ter um foco bom, primeiro você precisa dominar seu equipamento pra quando precisar só clicar e depois pós processar a foto. Como normalmente nas provas os animais estão em constante movimento, é necessário um “click” rápido, ou seja, precisa de uma velocidade rápida de resposta da sua câmera, caso contrário a foto fica tremida ou desfocada. Poderia entrar em detalhes técnicos mas acho que não vem ao caso agora. E a posição, eu gosto de estar alinhado com os olhos do cavalo, pra mim é o melhor ângulo. Quanto a posição em que eu fico pra tirar as fotos, depende da modalidade, mas sempre tento ao máximo ficar um pouco na diagonal, pra pegar o animal de frente e de lado ao mesmo tempo, e na altura dos olhos dele.”

– O trabalha é somente com cavalos de competições?

Eu trabalho com qualquer tipo de modalidade, desde cavalos de competições até cavalos de passeio ou companhia. E além de cavalos, fotografo animais como cães e bovinos também, gosto de tudo um pouco, mas principalmente dos cavalos, me sinto bem demais com eles.”

– Com a convivência e experiência em várias competições e haras, como você define o bem-estar nos dias de hoje para esses animais?

Os cavalos são mais bem cuidados que eu viu hahaha. Os animais são muito bem tratados, recebem alimento, água, cuidados veterinários, atenção, um atendimento completo. Felizmente hoje em dia a maioria das pessoas tem em mente que um cavalo bem cuidado proporciona um rendimento melhor e é um parceiro pra vida toda.”

– Qual é o maior desafio para realizar o seu trabalho?

Tenho vários desafios no meu trabalho, é difícil dizer o maior deles, mas algo que dificulta muito na hora da foto é o tempo, quando está chovendo forte principalmente. Teve uma prova de Rédeas que fotografei debaixo de chuva, e apesar de tudo, as fotos ficaram boas, a chuva deu um charme nas fotos, mas deu trabalho também.”

– Qual foi o momento mais marcante em toda a sua carreira como fotógrafo?

Nessa etapa da minha vida como fotógrafo, tive vários momentos marcantes, a primeira foto ótima que consegui, minha primeira prova como fotógrafo oficial, mas o que mais me marca mesmo é quando o cliente fica satisfeito e recebo elogio das pessoas que gostam das minhas fotos, não tem nada melhor do que escutar boas palavras quando se faz aquilo que ama, é realmente gratificante, todo elogio por mais simples que seja me marca.”

– Como o Sr. avalia, atualmente no país, o mercado fotográfico no agronegócio?

Tem bastante possibilidades, a fotografia abrange uma área bem ampla, essa semana mesmo tirei fotos de gado para divulgação. Então, além dos cavalos, tem outras áreas. Porém a concorrência é grande, mas se tiver esforço e dedicação vai ter mercado pra trabalhar bem. E é uma área que no meu ponto de vista, tem muito a crescer ainda.”

– Não somente cavalos, mas para fotografar outros animais, quais são as maiores dificuldades encontradas?

Os animais não fazem muita pose haha, brincadeiras à parte. Na fotografia de animais, você precisa estar sempre pronto pra fazer aquela foto inesperada, seja qual for o animal, ele não sabe que você está lá pra fotografar ele, então é um pouco complicado, se você bobear por um segundo, pode perder uma foto muito boa que poderia ter tirado. Preciso estar analisando sempre o ambiente a minha volta e tentar prever o que o animal vai fazer, aí já penso e me posiciono conforme acho mais adequado pra capturar a foto.”

Thiago sugere algumas dicas para quem quer entrar no meio – “Uma dica pra quem está começando ou tem interesse em começar na fotografia: Pratique, pratique, pratique, pratique e pratique muito mais, a fotografia não tem segredo, depois que você dominar seu equipamento, o que vai te fazer tirar fotos boas são as fotos ruins que você tirar, busque evoluir sempre.” Principalmente, a não desistir – “Teve uma época que eu estava ficando nervoso e desmotivado porque minhas fotos estavam muito aquém do que eu gostaria que fosse, deixei a câmera de lado por umas semanas. Vi alguns vídeos, e fotos no Instagram de outros fotógrafos e me inspirei novamente. Se estiver desmotivado, dá uma respirada e busque se inspirar novamente. É algo maravilhoso. E lembrem-se, a fotografia é vida, ela te possibilita relembrar e reviver momentos através de uma simples imagem!”

Agradeço a todos que estão lendo essa entrevista, obrigado pelo tempo de vocês e meu obrigado ao pessoal que organizou isso tudo. Quem tiver alguma dúvida ou quiser trocar uma ideia me chama lá no Instagram ou me manda um e-mail que a gente conversa.

Contato: @Thiagomoon Instagram, ou pelo e-mail, mrthiagomoon@gmail.com

The following two tabs change content below.

Victoria Hueb

Graduanda em Medicina Veterinaria pela Universidade Federal de Uberlândia. Nascida e criada por pecuaristas da região de Uberaba e Campo Florido. Apaixonada por cavalos e seus esportes!

Latest posts by Victoria Hueb (see all)

Compartilhe: