Melhoramento Genético em Gado de Corte

A produtividade do gado bovino no Brasil vem aumentando e melhorando sua performance ao passar do tempo. Como consequência, tornando o país referência para o consumo de carne e criação de gado de corte. O melhoramento genético trabalha para selecionar animais geneticamente melhores e propícios para determinado foco do pecuarista.

Nicole Martins, é médica veterinária formada pela UNIPAC – UberlândiaMG, pós-graduanda em Agronegócio. Atua como Médica Veterinária nas fazendas Generoso e Nelore JK; é representante técnica do Laboratório Raça DNA Animal; e certificadora de Carnes para Exportação Chile. Responde algumas perguntas sobre o melhoramento genético animal em gado de corte.

– Qual é o principal objetivo do melhoramento genéticona criação do gado de corte?

O principal objetivo do melhoramento genético é avaliar as características de interesse econômico no animal, e obter em valores genéticos, para que se tenha uma melhor qualidade no produto, e que sejam eficientes reprodutivamente.”

– Quando e porque surgiu o melhoramento genético animal?

Charles Darwin em Origem das Espécies obra publicada em 1859 já indicava os princípios da seleção, porém somente a partir dos experimentos de Mendel em 1900 os princípios da genética começavam a ser desvendados. O melhoramento genético começou com a seleção natural.Os indivíduos mais adaptados tinham condições melhores de sobrevivência, e com isso deixavam maiores quantidades de descendentes em determinado ambiente.”

– Como funciona o trabalho de um profissional da área para aplicar o melhoramento genético?

Para iniciar o trabalho de melhoramento genético é necessário controle zootécnico, definir o objetivo de seleção daquele rebanho, seguido pela definição das características que serão buscadas. Começando sempre pelas características básicas, pensando em primeiro lugar na reprodução, e incluir novas características para seleção à medida que o rebanho for evoluindo; escolher fêmeas por avaliação genética, utilizar touros jovens provados e direcionar os acasalamentos.

– Quais são as ferramentas utilizadas para selecionarum animal como melhorador genético?

Os técnicos interpretam dados de softwares, programas de melhoramento genético, pedigrees, avaliações de Diferença Esperada da Progênie (DEP), exame andrológico e ginecológico; aliado às avaliaçõesmorfológicas desses animais para classificá-los.

– Quais são as raças bovinas que o produtor mais utiliza para fazer a seleção genética?

As raças de corte que apresentam maior pressão de seleção é a raça Angus, e a Nelore.
Quando realizamos o cruzamento dessas duas raças Nelore x Angus, podemos obter produtos com alto grau de heterose, e esse produto atende as exigências do mercado de carnes da atualidade.

– Quais são os benefícios e a lucratividade do produtor ao utilizar o melhoramento genético em seu rebanho?

Dentre os benefícios de utilizar o melhoramento genético estão o aumento da produtividade dos animais, ganho de peso, maior rendimento da carcaça e marmoreio da carne, maior produção de leite, e resistência a doenças. Para garantir boa rentabilidade é necessário melhorar índices zootécnicos ligados principalmente à reprodução, e ao peso; buscando precocidade reprodutiva das fêmeas, diminuição do intervalo entre partos; peso à desmama do bezerro que tem correlação genética favorável com a habilidade materna, e o peso ao abate desse animal.

– Como a Sra. avalia o mercado atual de bois na região que vem trabalhando?

O mercado de bois está oscilando bastante devido à essa pandemia do COVID-19 que o mundo está vivendo, é importante que o produtor também fique atento as questões da Peste Suína Africana e da Gripe aviária que podem impactar ainda mais o mercado do boi gordo. De acordo com analistas de mercado, a União Europeia o terceiro maior importador da carne bovina Brasileira, eChile o quarto maior importador reduziram suas compras em março, em contrapartida o volume de carne bovina exportada para China no mês de março dobrou com relação ao volume exportado na mesma época do ano passado, houve habilitações de novas plantas frigoríficas para exportação China e Egito, movimentando o mercado de compra e venda do boi gordo.”


A médica veterinária Nicole ressalta os fatores importantes para o sucesso do melhoramento genético animal – “Para que haja a expressão fenotípica da genética, é de fundamental importância que as questões ambientais que envolvem nutrição, manejo e sanidade estejam em conformidade.

The following two tabs change content below.

Victoria Hueb

Graduanda em Medicina Veterinaria pela Universidade Federal de Uberlândia. Nascida e criada por pecuaristas da região de Uberaba e Campo Florido. Apaixonada por cavalos e seus esportes!

Latest posts by Victoria Hueb (see all)

Compartilhe: