Formulação de ração: todos os passos para montagem de uma ração de qualidade.

 

Dentro da alimentação animal o acréscimo de rações é fundamental, já que muitas vezes as pastagens não conseguem suprir a necessidade diária de nutrientes. Porém para que haja uma suplementação adequada, estas rações devem ser devidamente balanceadas, em busca de  maior desempenho. Existe um processo a ser realizado na formulação dessas rações, onde será possível obter um equilíbrio entre os alimentos escolhidos, a fim de suprir todas as necessidades.

 

O primeiro passo é identificar o rebanho em foco, a idade e peso dos animais, o ambiente em que estão localizados, e principalmente, o objetivo final de produção, que pode ser leite, carne, teor de gordura no leite, entre outros. Além disso, deve-se considerar o consumo de matéria seca pelo animal e as necessidades destes de ingestão de proteína, energia e minerais. A partir de então é possível determinar o que falta para montar uma dieta ideal, começar a identificar os alimentos adequados ao caso, e que tragam um bom retorno financeiro.

 

O próximo passo portanto, é a seleção dos melhores alimentos dentre os disponibilizados no programa, a fim de combiná-los para atingir um balanço ideal de nutrientes. É importante a qualificação deles em relação a composição químico-bromatológica, ou seja a composição química de nutrientes deste alimento, para que se torne possível ranqueá-lo de acordo com sua importância. Deve-se levar em consideração também, a quantidade disponível de cada alimento, e se ela suprirá a demanda, sendo assim, é possível começar a fazer um levantamento de custos.

 

A composição químico-bromatológica é analisada de duas formas. Através do método Centesimal (Weende), é determinado a composição nutricional do alimento para os animais, medindo matéria seca, proteína bruta, gordura, fibra bruta, extrato não nitrogenado e cinzas. Já no método Fibras (Van Soest) é determinado, por exemplo, a composição nutricional de amido, lipídios, compostos nitrogenados, celulose, lignina, dentre outros presentes no alimento, que serão de extrema importância para o animal. Possibilitando a montagem de uma tabela completa, que será utilizada no momento do balanceamento da ração.

 

Levando em consideração as exigências nutricionais dos animais e a análise bromatológica dos alimentos, é possível realizar o balanceamento da ração. Para balancear uma ração existem vários métodos, dentre eles o mais comumente usado é o “Quadrado de Pearson”, devido a sua simplicidade. Este método consiste em calcular a ração levando em consideração o valor percentual de um determinado nutriente. Ele se utiliza de dois alimentos que possuam o mesmo nutriente, porém com valores diferentes e encontra um valor intermediário.

 

O método do “Quadrado de Pearson” se torna ainda mais importante caso haja necessidade de economia de insumos, já que é possível realizar a mistura de dois alimentos com valores econômicos diferentes a fim de baratear a ração sem que haja perda de qualidade, ou seja todos os nutrientes continuem sendo ofertados nos devidos percentuais. Um exemplo é a utilização do farelo de soja e da ureia, que combinados nas porcentagens corretas oferecem uma quantidade de proteína ideal, sendo que a utilização da ureia barateia o custo.

 

Nem todos os alimentos possuem todos os nutrientes necessários, portanto é fundamental a mistura deles, não somente em busca de economia na utilização de insumos, mas também para que seja suprida toda necessidade do animal. Muitos alimentos possuem altas quantidades de um tipo de nutriente e baixa quantidade de outro, assim, quando realizado o balanceamento, procura-se equilibra-los para atingir os valores necessários. Muitas vezes no mix de alimentos ainda falta uma certa quantidade de algum nutriente específico, porém este pode ser encontrado separadamente no mercado e acrescido a ração.

 

A utilização de aditivos nas rações se tornou algo muito frequente, já que estes têm como objetivo auxiliar os animais a sintetizar os alimentos além de aumentar a duração dos mesmos. Um dos principais aditivos utilizados atualmente são os Ionóforos, substâncias naturais produzidas da fermentação de microorganismos. Estes têm como principal função aumentar a conversão alimentar em ruminantes, pois são capazes de modificar a fermentação ruminal, alterando a produção de ácidos graxos voláteis e o metabolismo de proteínas no rúmen.

 

Com o balanceamento da ração é montado a dieta do animal, visando sempre um bom ganho médio diário (GMD) e uma boa conversão alimentar. O ganho médio diário nada mais é do que, quanto de peso em kg o animal ganha por dia, índice de extrema importância para definir se a dieta está adequada. Outro índice muito importante é a conversão alimentar, que leva em conta o custo da ração por unidade de peso produzido, por isso se luta para conquistar baixas conversões a fim de ser eficiente.

 

Com a utilização de índices como o GMD e a conversão alimentar, é possível avaliar se os resultados dentro da fazenda estão sendo positivos. Desta forma, caso algum rebanho não obtenha bons resultados, um bom ganho médio diário e uma baixa conversão alimentar, significa que a dieta deve ser reavaliada. Um possível mal balanceamento poderia acarretar  diversos problemas, como por exemplo, baixa digestibilidade, falta de nutrientes essenciais e até baixa palatabilidade.

 

Portanto é importante o auxílio de um técnico especializado que possa aplicar corretamente todos os passos necessários para a montagem de uma dieta balanceada, que saiba fazer as substituições e adequações de alimentos que caibam em cada caso, gerando um melhor desempenho animal com menor custo. Desta forma o acréscimo de ração na alimentação dos rebanhos se torna de extrema importância, já que alem de possuir alta viabilidade também traz um melhor resultado para o produtor.

The following two tabs change content below.

Maria Almeida Prado

Estudante de Zootecnia pela Universidade Federal de Uberlandia (UFU), apaixonada pela pecuária e gestão de fazendas.

Latest posts by Maria Almeida Prado (see all)

Compartilhe: